Print Friendly

>

Hoje resolvi fazer meu extrato de baunilha, porque aquelas essências que vendem prontas são muito “mais ou menos” não é mesmo? Tem um gosto super artificial!
Quando se usa a fava da baunilha na preparação do alimento, o sabor é infinitamente superior. E mesmo com o preço um pouco “salgadinho”, vale muito a pena comprar uma fava e fazer o seu extrato.
É bem simples de fazer, mas requer um pouco de paciência para usá-lo, porque você tem que esperar o tempo da “cura”.
Você vai precisar de 500ml de vodka de boa qualidade (daquelas triplamente destilada), um vidrinho esterelizado e 3 favas de baunilha (receita original).
Como eu acho que 500ml de extrato é muito e, além de tudo é a primeira vez que estou fazendo, resolvi não arriscar uma quantidade tão grande.
Então, fiz o meu extrato da seguinte maneira:

Olha o “precinho” da fava!! Mas vale cada centavo!!
Comprei uma fava de baunilha (Alôoo meu Palatinho amado, cadê as favas de baunilha?? Tive que comprar na Casa dos Frios em Recife. Vamos providenciar hein??!). Abri com a ponta de uma faca, no sentido do comprimento.
Coloquei num vidrinho (lavado e esterelizado) e completei com vodka, até cobri-las (aproximadamente 200ml).
Dei uma balançadinha para desprender os grãos que ficam dentro da fava e guardei na despensa (recomenda-se guardar num lugar escuro).
Meu extrato só vai estar pronto para uso dentro de dois meses. Até lá tenho que agitar o vidrinho a cada 3 ou 4 dias. Vou informando a vocês o “estado” que vai ficando o “bichinho”.
Beijos e até a próxima!