Print Friendly

>

Tá, eu sei que comer salada faz muito bem a saúde! Nas revistas e na tv, as notícias são que você deve comer um prato colorido, com todos os nutrientes. Mas vamos combinar né? A gente tem que variar, porque comer a mesma salada todos os dias ninguém aguenta!!
Aqui em casa eu procuro fazer uma salada diferente a cada dia da semana. E tem uma bem simples, que agrada a todos. Sabe aqueles legumes que acompanham os pratos na chapa lá no restaurante New Hakata (Maceió)?? Pois é, minha salada de hoje é inspirada nela.
Nessa receita eu vou precisar de um ralador. E eu posso dizer que sou quaaaase uma “especialista” nesse utensílio! Já comprei uns 10! Confesso, uns só porque são bonitinhos. Masss, na minha opinião de “gourmetida”, o melhor é um bemmm baratinho que comprei no centro (já tem mais de 6 anos), e é bem amolado. O coitado já tá velhinho, ameaçando rachar e eu preciso urgente achar outro igual. Vocês vão ver na foto uma “pontinha” do bichinho!
Começo separando um pedaço de repolho e uma cenoura (às vezes coloco couve também).
Com o meu ralador virado para a parte que tem uma lâmina para fatiar, vou passando o repolho e cortando ele em fatias muito finas. Depois viro o lado, e começo a ralar a cenoura. Quando tem couve, eu lavo bem as folhas, retiro aquele talo grosso, coloco uma sobre a outra e enrolo bem apertada. Só então vou fatiando o rolinho de couve bem fininho.
Com as mãos, misturo tudo.
Numa frigideira antiaderente, coloco um pouco de azeite e 3 dentes de alho espremidos.
Quando o alho começa a dourar, vou colocando os legumes e misturando para que cozinhem.
Quando todos os legumes estiverem envolvidos no azeite e murcharem um pouco, desligo o fogo e acerto o sal.
Sirvo em seguida como acompanhamento de peixe ou frango.