Print Friendly

>

Muitas vezes as combinações de sabores transformam completamente a nossa comidinha do dia-a-dia. A simplicidade do azeite, misturado com alho e alecrim é uma das melhores e a que eu mais uso, seja numa carne ou simplesmente numa batata.
A cozinha de todos os dias tem que ser simples e rápida para acompanhar o dia corrido que a maioria das pessoas tem. Mesmo com todo esse corre-corre diário não temos que deixar de lado o sabor. Basta misturar ingredientes simples e acessíveis que estão ao nosso alcance para que um simples almoço deixe quem come ao nosso lado perguntando se tem mais…
Comprei um filé de porco da Sadia, um que parece um “rolinho”, sabe qual é né?! Queria dar um gostinho especial nele e como eu tinha comprado um Barbecue outro dia, resolvi usá-lo na preparação.

Apesar da embalagem vir bem redondinha na forma de um rolo, quando você abre vem os pedaços. Se você quiser manter a forma, sugiro que amarre com um barbante antes de temperar. Preferi fazer os pedaços separados.
Na véspera temperei com Fondor, shoyu, mostarda, tomilho e vinho tinto. Deixei na geladeira tomando gosto até o outro dia.
Forrei uma assadeira com papel laminado e arrumei o porco derramando o molho por cima, coloquei um fio de azeite.

Cobri com papel laminado de modo que ficou bem vedado.

Deixei em forno a 200graus por 1h. Então retirei o papel laminado e virei a carne. Baixei para 150 graus e deixei por mais 20 minutos.

Retirei do forno e pincelei molho Barbecue de um lado, voltei ao forno por mais 20 minutos e virei, repetindo a operação para que a carne ficasse toda pincelada com esse molho.

Enquanto o porquinho assava, preparei dois acompanhamentos, uma farofa de banana, que eu adoooro e batatas ao murro.
Peguei uma banana comprida (acho que no sul chamam de banana da terra) e dividi ao meio no sentido do comprimento, depois cortei em rodinhas.

Coloquei manteiga numa frigideira e fritei os pedacinhos de banana.

Acrescentei a farinha, acertei o sal e mexi bem para misturar. Por cima coloquei cebolinha verde em rodelinhas.

Enquanto preparava a farofa, coloquei algumas batatas com casca para cozinhar com um pouco de água.  Quando estavam bem cozidas, escorri de deixei esfriar um pouco. Coloquei num refratário, cobri com um pano limpo e com o mão fechada esmaguei cada batata, como se tivesse dado um “murro” nelas.

Reguei com bastante azeite, fui na minha hortinha de temperos e peguei uns galhinhos de alecrim. Desfolhei, coloquei por cima junto com um pouquinho de sal grosso e levei ao forno até que ficasse com as bordas douradinha.

Nosso almoço foi assim, simples mas feito com capricho! Servido com um arroz soltinho e um feijãozinho caseiro delicioso.

A carne estava desfiando quando parti… uma delícia!