Print Friendly

>

Segunda-feira é dia de quê, meu povo??  Quem respondeu: “dia de começar a dieta”, A-CER-TOU!!
Depois de um fim de semana mega engordativo e com o “tropa” aqui de casa reclamando que as roupitchas estão no limite, resolvi preparar um pratinho leve para o almoço da segunda.

Com o verão batendo a nossa porta, muitos estão na maior correria na luta contra a balança, e para cortar calorias o jeito é apelar para um prato light no almoço. Mas gente, vamos estabelecer uma coisa, comida light não é sinônimo de comida sem gosto!! Hoje vou passar uma receita muito simples para você preparar quando estiver de dieta. Esse molhinho de gengibre foi ensinado pela chef Simone Bert (do restaurante Wanchako, um dos melhores restaurantes peruanos do Brasil), num dos cursos por ela ministrado.  A minha comadre fez o curso, e num fim de semana na praia, resolvemos testar a receita. Na verdade, esse molhinho faz parte desse prato, Lagostin ao Creme de Macaxeira.
Olha o lagostim que preparamos!! Quando meu fornecedor trouxer
 lagostas fresquinhas vou preparar para vocês!

Como o molhinho é bem versátil, eu também uso ele com peixe e camarão, e posso garantir, fica bom demais!!

Vamos começar, anote aí todos os passos porque vale a pena você fazer ou ensinar a sua secretária.
Pegue um filé de peixe, tempere com sal, limão e pimenta-do-reino e deixe tomar gosto por 30 minutos. Seque o peixe com papel-toalha e unte ele com azeite dos dois lados.
Coloque uma frigideira antiaderente no fogo e deixe ficar bem quente. Agora coloque um fio de azeite e com um pincel, unte toda a frigideira. Coloque o peixe para grelhar.
Com uma espátula, vire o peixe e grelhe o outro lado.
Quando estiver bem grelhado, desligue o fogo e reserve.
Agora prepare o molhinho para o peixe. Pique uma colher de sobremesa de gengibre.

Numa panelinha, coloque um pouco de azeite, o gengibre e umas gotinhas de limão. Deixe fritar um pouco (cuidado para não queimar).

Agora coloque um pouco de molho de ostras, aproximadamente umas 3 colheres de sopa e mexa para incorporar ao azeite.

Para acompanhar, preparei uma pasta de banana da terra. Você vai precisar de 2 bananas da terra (conhecida também como banana comprida), 1 colher de sobremesa de açúcar, 1 de manteiga e suco de meia laranja.
Lave as bananas, corte as pontas, divida ao meio e leve ao fogo com água, até cobri-las.

Elas estarão cozidas quando estiverem bem amarelinhas e a saindo da casca.
Escorra, descasque e machuque com um garfo ou passe no espremedor ou processador (eu fiz no garfo mesmo!)
Coloque as bananas bem machucadinhas numa palena, acrescente uma colher de sobremesa de açúcar, a manteiga e suco de meia laranja. Leve ao fogo baixo e mexa bem até ficar cremoso. Essa pastinha de banana também é receita da chef Simone Bert. Quando estiver pronta, reserve!
Gente, acordei no domingo com um presentinho da minha comadre, uma cesta de verduras da sua hortinha particular. Tudo fresquinho, sem agrotóxicos… uma MARAVILHA!!
Aproveite essa folhas fresquinhas e e fiz um mix de alface mimosa, mini-rúculas e hortelã regada com azeite extra-virgem e gotinhas de limão.
Aqueci o peixe e a pasta de banana e montei o prato assim:
DICA: O molho de ostras, você encontra no Palato, e às vezes também no Extra. O melhor preço é no Palato. Esse molho quebra o maior galho em casa. Sempre tenho na geladeira e uso com carne, peixe e frango. Em breve vou colocar para vocês um filézinho com esse molho.
Beijos e até a próxima!