Print Friendly

Aos domingos raramente almoço em casa…é minha folga, rsss!! Mas esses dias me deu uma vontade danada de comer uma pituzada! Não sei se vocês, que não moram aqui pelo nordeste, conhecem o pitu! É um enorme camarão de água doce, típico da região, encontrado em baías e rios de água salobra, e também em rios com grande quantidade de pedras.

 

 

Para matar a vontade do pessoal aqui de casa, comprei 4kg de pitus. Eles estavam frescos e enormes :)

 

 

Aproveitei essas belezuras e fiz uma pituzada, que é um prato típico aqui da nossa terrinha!

 

 

PITUZADA

 Ingredientes

3kg de pitus, limpos e tratados

700ml de leite de coco (eu extraí o leite, mas você pode usar o de garrafinha se preferir)

300ml de água

3 tomates sem sementes

2 cebolas

1 maço de cheiro verde (c0entro e cebolinha)

Sal a gosto

Azeite o quanto baste

2 folhinhas de louro

1 pimenta de cheiro

Modo de preparo

 

Com uma tesoura ou uma faca bem amolada, corte a ponta da cabeça dos pitus, logo depois dos olhos e retire o intestino, depois lave bem lavado e arrume todos numa panela…

 

 

Coloque um pouco de sal e leve ao fogo até mudarem de cor e ficarem cozidos…

 

 

Quando estiverem cozidos, reserve…

 

 

No liquidificador coloque o leite de coco, os tomates, as cebolas, o extrato de tomate e 1 colher de sopa (rasa) de sal…bata bem!

 

 

Coloque esse leite batido numa panela, regue com azeite, amarre o cheiro verde (bem amarrado) e coloque dentro, acrescente as folhinhas de louro…

 

 

Arrume os pitus cuidadosamente na panela e leve ao fogo…

 

 

Quando começar a ferver, marque 20 minutos, acerte o sal e desligue o fogo…

 

 

Com uma concha, retire um pouco do caldo e coe numa outra panela…

 

 

Existem vários modos de preparar o pirão. Tem gente que molha a farinha e coloca ela toda de uma vez, mas eu gosto de colocar a farinha aos poucos e também gosto de usar aquela farinha bem fininha.

Prepare o pirão assim: leve a panela com o caldo ao fogo mexendo com um fuet. Com a outra mão vá colocando a farinha aos poucos, deixando que ela escorra entre os dedos. Coloque farinha até o ponto desejado. Tem gente que gosta de pirão bem ralinho, mas aqui em casa a gente gosta dele mais encorpadinho. Não deixe ele muito grosso, porque a medida que ele vai esfriando, vai ficando mais grosso.

 

 

Coloque os pitus numa travessa, regue com o caldo fervente e sirva com o pirão e um arroz branco bem gostoso…

 

 

Adoro!! Pena que é tão carinho $$$

 

 

Se por um acaso, você vier passear aqui na minha terra, não deixe de experimentar uma pituzada das Alagoas!

 

Beijinhos e até breve!