Print Friendly

Para quem não conhece o termo, “aligot” significa purê elástico e nada mais é do que o tradicional purê de batatas acrescido de queijos. No purê tradicional a gente quer que ele fique leve e cremoso, não é mesmo? Já no aligot, quanto mais elástico ele estiver, melhor!

Na receita tradicional francesa do aligot, acrescenta-se ao purê o queijo tipo laguiole ou o tomme de cantal. Na versão brasileira, acrescentamos os queijos minas padrão e o gruyère. O gouda e o ementhal, também dão um bom resultado e você consegue fazer o seu “chicletinho” :)

 

foto 3

 

 

ALIGOT DE MANDIOQUINHA

Ingredientes

600 g de mandioca cortada em cubos
2 litros de caldo de legumes (usei 4 cubinhos de caldo pronto 0% de gordura)
200 g de queijo de minas padrão ralado
200g de queijo Gruyere ralado
500 ml de creme de leite fresco
Sal a gosto

Modo de preparo

Tem gente que gosta de cozinhar a batata (inclusive a mandioquinha) com a casca e em seguida retira-la. Eu já cozinho descascadas. Nesse caso, dissolva os cubinhos de caldo de legumes em dois litros de água. Quando estiver fervendo acrescente as mandioquinhas e deixe cozinhar até que estejam macias. Escorra o caldo e reserve um pouco…

foto 2 (6)

 

Passe as mandioquinhas por um espremedor de batatas ou ou coloque-as num processador e bata bem. Se necessário, acrescente um dedinho do caldo do cozimento…

foto 3 (5)

 

 

Volte com o purê a panela…

foto 4 (5)

 

 

Acrescente o creme de leite, volte ao fogo, ferva para formar um creme espesso…

foto 4 (3)

 

 

A certe o sal se necessário e em fogo baixo, acrescente o queijo (que devem estar ralados) aos poucos e mexa de “baixo para cima” até derreter o queijo e formar fios…

foto 1 (2)

 

 

foto 2 (5)

 

 

foto 3 (4)

 

 

Sirva o aligot imediatamente…

foto 1 (1)

 

 

Você vai observar que o purê vai ficar elástico, devido aos queijos. Você pode fazer o aligot (se pronuncia “aligô”) com outros tubérculos…fica uma delícia 😉

Beijinhos e até a próxima!