Print Friendly

Gravatá é uma cidadezinha interiorana que me traz boas lembranças da infância dos meus filhos, quando todos os invernos subíamos a serra para curtir aquele friozinho gostoso do interior de Pernambuco. Os anos passaram, a cidade cresceu muitos restaurantes abriram para atender a demanda de turistas, que é grande, principalmente no inverno. E tem um em particular, que eu adoro…A Charque da Dona Neuza. Tem um prato, que é o carro chefe do restaurante, chamado Roupa Velha, que consiste numa charque finissimamente desfiada, coberta com uma fatia de queijo coalho assado e acompanhada de algumas guarnições como farofa de jerimum, feijão de corda e macaxeira cozida, entre outras.

Sempre sonhei em reproduzir esse prato e hoje chegou o dia! Vou substituir a charque pelo filé de carne de sol (acho mais saboroso e é macio, não precisa ir para a pressão). Mas nada impede que você use um belo pedaço de charque ou outro corte de carne de sol, nesse caso coloque por 20 minutos na panela de pressão para dar uma amaciada.

Reprodução feita…o prato ficou delicioso…segue a receita!

IMG_9146

ROUPA VELHA À MODA DA CACAU

Ingredientes

600 g de filé de carne de sol

1 litro de leite (para dessalgar a carne, mas você pode dessalgar com água, se preferir)

1 fatia de queijo coalho com 1 cm de espessura (usei Minas padrão, porque enjoei do coalho)

Manteiga de garrafa

Azeite

Para a farofa de jerimum:

600 g de jerimum de leite

2 colheres de sopa bem cheia de manteiga

1 xícara de farinha de mandioca

Cebolinha verde em rodelinhas

Sal a gosto

Modo de preparo

Retire a casca do jerimum e corte em cubos. Coloque numa panela com água e leve ao fogo até ficarem macios. Escorra, coloque-os num prato e amasse grosseiramente com um garfo…

IMG_9120

Numa panela aqueça a manteiga e deixe derreter…IMG_9121

Junte a farinha aos poucos mexendo sempre, até que a farofa esteja na consistência que você gosta (eu prefiro ela mais “molhadinha”)…

IMG_9122

Em seguida junte o jerimum amassado…

IMG_9123

Misture para incorporar a farofa, mas mantenha alguns “bolos” de jerimum…

IMG_9124

Acerte o sal e junte a cebolinha. Reserve…

IMG_9125

Deixe a carne de sol submersa no leite por 24 horas, na geladeira (você pode usar água se preferir). Decorrido o tempo, retire a carne do leite, enxugue bem com papel toalha. Numa panela ou chapa (de preferência de ferro) aqueça um fio de azeite e junte 2 colheres de sopa de manteiga de garrafa. Frite a carme  do sol cortada em cubos grandes…

IMG_9137

Em seguida, ligue o liquidificador na velocidade máxima, e vá jogando os pedaços de carne (de 2 em 2). Eles vão ficar triturados assim…

IMG_9138

Na mesma panela que você passou os cubos de carne, coloque mai 1/2 xícara de manteiga de garrafa e junte a carne desfiada…

IMG_9140

Vá fritando até que a carne esteja sequinha e crocante…

IMG_9142

Enquanto você frita a carne, vá assando numa frigideira bem quente, a fatia de queijo coalho (ou o minas) e coloque por cima da carne. Sirva imediatamente, acompanhada da farofa de jerimum e um vinagrete de feijão verde…

IMG_9147

IMG_9150

Ficou muito gostosa e o marido disse que ficou melhor do que a da Dona Neuza…rssss!

Beijokas e até a próxima!